terça-feira, 31 de março de 2015

Minha Personalidade

Eu sou o tipo de pessoa que ao contrário que costumo dizer, que não ligo para opinião alheia.
Eu quero provar o que realmente sou, não aos outros apenas mas a si mesma!
Eu estou sempre em uma constante busca de aperfeiçoamento e auto conhecimento.
Sou o tipo de pessoa que não é que se despreza, mas que acha que pode sempre melhorar!
Uma pessoa de ideias ricas e intuitiva.
Sou completamente imprevisível!
Nunca sei o que sou em verdade, sou um camaleão, que se camufla sempre onde esta!
Não sou reservada mas ao mesmo tempo sou!
Não sou o tipo que se abre com qualquer pessoa.
Porém quero mostrar o que sou em verdade para que as outras pessoas não me julguem e critiquem com algo que não vai me acrescentar nada e apenas me desmotivar!
Sou mais pratica do que planejadora.
Sonho de mais!
Acredito em um mundo fora do real, um mundo em que a vida seria melhor se as pessoas se amassem mais!
Eu sou do tipo que vê o prisma pela emoção, compaixão e misticismo e não aturo que tentem mudar minhas ideias pois estou sempre procurando um significado profundo para as coisas.

Quem sou eu?
Prazer, meu nome é Sofia Rebeca Correia Cláudio.

As vezes sinto dificuldade de me descrever pois sou uma caixinha de surpresas.

Gosto de tantas coisas e gosto de coisas que me inspira e me trazem bem estar!

O que me deixa frustrada muitas vezes é a dificuldade de me expressar, sou muito intensa e quero que me compreendam.
Mas é tão complicado colocar minhas ideias ao fora, ou seja no plano real "físico".
Quero buscar melhorar e aprimorar, criar coisas novas que não sejam cópias, mas não sei por onde começar.
Alias são tantas coisas! Mas para isso preciso organizar minhas ideias e saber usar o que tem ao meu favor.
Sou uma pessoa que quer ter liberdade, para ser o que sou e não que me manipulem!
Criativa e mistica!
Sou do tipo que acredita em um mundo mágico oculto, nos sonhos!
Que acredita nas crianças, pois elas são os seres mais criativos e que não levam as coisas muito a sério.
A partir do momento em que levamos as coisas a sério de mais, desprezamos ideias, mudanças e conhecimentos, do que é novo!
Alias desprezamos nossa própria capacidade!
Eu penso demais, idealizo de mais, sonho demais, quero muito mais e melhor, não só para mim, mas para um todo, SER HUMANO, cosmopolitano e não apenas em MINHA NAÇÃO, eu quero paz, UNIÃO DE POVOS.

QUERO RECONHECIMENTO, QUERO ESCREVER MINHA HISTÓRIA, QUERO SER LEMBRADA, DEIXAR UM LEGADO, COMO ALGUÉM QUE LUTOU POR UMA VIDA MELHOR!

SOU UMA PESSOA IDEALISTA E COMPLETAMENTE SONHADORA.

Que vive no mundo de seu subconsciente, da imaginação, da criação, do novo.
Que gosta de ler, pois a literatura é a maior riqueza em que temos e escrever é a forma de expressar nossos sentimentos para que todos compreendam sem ter que falar.
Falando pouco consigo me expressar!
Acho muito pouco o tempo que se tem para provar algo e inovar algo, a vida é muito curta e passageiras.
Somos efêmeros!
Tudo passa, tudo muda...
Quero transmitir minha essência, o meu ser, minha origem.
Sou uma brasileira profunda em que tem descendentes de origem "INDÍGENA", os primeiros habitantes de meu país!
Mas sou como qualquer brasileiro, que é um povo que se diz democrático e hospitaleiro, uma paçoca, miscigenação!
Uma mistura de Alemães por parte de mãe e baianos, os baianos tem um toque de africanos que vieram para ser escravos.
(Espero que não seja mal compreendida) Pois hoje em dia dizem sermos livres.
Mas muitos vivem em uma realidade "SOFRÊNCIA".
Manipulados por moda, padrões e biotipos midiáticos.
E muitas vezes se despreza e se reserva, se resume a nada, não é reconhecido, vive em uma vida limitada em que é "TRABALHADOR BRASILEIRO" um país em que não se valoriza os trabalhadores em que o partido que comanda é o "PT".
Em que ao invés de dar liberdade aos trabalhadores, tornam os escravos de seu trabalho árduo, para viver na dependência do que se tem e não poder explorar mais de sua própria capacidade!
Pois o salário é mísero.
Enquanto os políticos fazem gastos desnecessários e se tem taxas de impostos exorbitantes, em que nós população não vemos lucros!
E esses em que se cuidam de nossos país, estados e municípios, vivem uma vida de abundancia e de ludismo, coisas superficiais!
Alias, porque não veem a saúde precária no país e a educação?
Eles ao invés de investir em melhorias para que eles mesmos possam usar junto com o povo, preferem se privar indo a laboratórios, clinicas, hospitais particulares.
Mandam seus filhos para intercâmbios, ou estudarem em escolas particulares que se tem um estudo com mais qualidade.
E o povo pobre se resume a nada para que seja ignorante e não tenha conhecimento do que se passa no país, para se venderem a nada (cesta básica), miséria, o pouco.
E o resto que vive, sobrevive em quatro anos de consequência da má escolha.
Alias, acho que deveria tirar essa coisa de "PAÍS RICO, É PAÍS SEM POBREZA" intitulando o país como antes pobre!
O Brasil não era pra ser um país subdesenvolvido.
Ele é rico em mananciais, em fauna, em flora, rico em riquezas naturais, em ouro, em petróleo (vimos ai o escândalo com a Petrobras).
Deveriam tirar essa esmola que se dá (Bolsa Família) já recebi muito, hoje não mais, alias não melhorou nada na minha vida "financeiramente falando", sou a mesma coisa de antes, alias, pior!
Deveria abrir portas, oportunidades, parar de dar o peixe, dar a vara e ensinar a pescar.
E sim o "Brasil um país de todos".
Voltando minhas origens, também tenho um pouco de "Judeu Marrano" Judeu Espanhol.
Mas gosto de conhecer novos povos, novos ares, explorar fronteiras!
Gostaria de conhecer outros países, como a Índia, Japão, Canadá, França, Suíça, Africa, China, etc.
Sem fazer acepção de pessoas ou de etnia!
Sem preconceito ou xenofobia.

Poxa vida, é tanta informação!
Me sinto frustrada em não conseguir expressar tudo em um só lugar, meu cérebro é muito grande para se colocar em pouco espaço, digo não cérebro mas o que penso!

Bom, por enquanto é só, logo mais vou postar um teste de personalidade que fiz e liberar um vídeo no youtube!
Beijinhos e uma fungada no cangote de vocês!
By: Bebeca C.



Nenhum comentário:

Postar um comentário