quarta-feira, 1 de junho de 2016

#Divônica para Sempre - Marilyn Monroe | Bebeca Cláudio

Se viva hoje, Marilyn estaria completando 90 anos! Uma eterna musa, estrela, diva, uma artista completa... Uma beldade... Um bebê crescido. Linda, doce, meiga, ingenua, uma presa fácil talvez. Tão bela e vivia entupida de remédios antidepressivos. Vivia em uma fuga constante, se escondia atrás de trajes simples para não ser reconhecida, queria viver uma vida normal. Temos grandes semelhanças... Eu vivo com depressão, porém fujo de medicamentos, as vezes sou super ingenua e extremamente doce. Não que eu seja ingenua, talvez eu seja alguém que procura um amor verdadeiro e sou facilmente manipulada (ou não). Por ter estatura baixa é difícil alguém me reconhecer nas ruas e quando me encontra pessoalmente as pessoas ficam me fitando com um ar surpreso, de espanto e admiração.
"_Como pode uma pessoa tão jovem, pequena, doce ser tão forte!?"
Tem pessoas que as vezes querem se aproveitar de mim pensando que eu sou tonta, debocham de mim pelas costas pensando que eu sou besta, que eu não observo, eu tenho o sexto sentido, eu sou um camaleão, não só em estilo, como em personalidade.
Eu me camuflo, cada ambiente eu me porto de uma maneira, me faço de abestalhada, me faço de retardada, me visto de anjo ou de fada, me faço de inútil, mas no fundo eu sei agir como uma grande dama de caráter e de intelecto elevado!
Tem dias que gosto de sair num relaxo, às maltrapilhas, desarrumada, descabelada e sem maquiagem.
Por vezes sou meio atrapalhada, mas sou uma eterna apaixonada pela arte e pela beleza (bem/belo), estética, vivencia e experiencia.

Encontrei o livro acima enquanto fazia faxina nas coisas do meu pai.
Estou organizando as estantes dos livros e achei essa preciosidade abandonada!
E pelo que ando lendo, me identifico em muitas coisas...






Linda, Musa, Divônica...
Quero ser como ela, uma grande e completa artista...
Bailarina, Atriz, Cantora, Compositora, Estilista, Escritora, enfim...
Quero viver da Arte, eu transpiro arte em meu viver, eu amo a arte, eu amo ser...
Ser quem eu sou!
Eu me inspiro nessa musa, nessa eterna #Divônica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário